O que o brasileiro pensa?
16 de maio de 2020, 14h09

Marcelo Freixo exclusivo para a Fórum: “o meu nome não foi capaz de gerar uma unidade”

O deputado do PSOL, que retirou a sua candidatura a prefeito do Rio de Janeiro nesta sexta-feira, conversou com a Fórum. Veja o vídeo aqui

Foto: Leo Martins / Agência O Globo

O deputado federal Marcelo Freixo conversou, neste sábado (16), durante o programa Fórum Onze e Meia, com os jornalistas Dri de Lorenzo e Renato Rovai. Na ocasião, Freixo falou sobre as razões pela qual desistiu de sua candidatura à prefeito da cidade do Rio de Janeiro.

“Esta minha decisão é dura, feita com dor, mas, na minha opinião, eu pensei muito, não foi uma decisão feita sem diálogo, mas eu tô muito convicto. A gente precisa de atitude, de um gesto. Nós estamos diante do fascismo”, alertou.

Freixo disse ainda que “a correlação de forças não é a das mais simples. Se votar o impeachment contra Bolsonaro amanhã a gente perde. O Bolsonaro tem no centrão uma aliança cada vez mais forte e no que há de pior na política brasileira. Diante deste quadro, Nós não podemos ter o campo democrático – eu tô falando do campo democrático e não só da esquerda – fragilizado e caminhando pro precipício”.

O deputado disse ainda que não se vê como uma pessoa que vá salvar isso. “Seria uma arrogância gigantesca da minha parte, mas eu acho que um gesto que é possível alimentar o debate é o início de uma tentativa, e ainda há tempo da gente fazer algo diferente do que fez até agora”.

De acordo com ele, “o meu nome não foi capaz de gerar uma unidade”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum