Fórumcast, o podcast da Fórum
05 de abril de 2019, 06h00

Maria do Rosário vai exigir explicações do governo sobre visita de Bolsonaro à CIA

A deputada federal prepara um requerimento de informação para ser protocolado na Câmara dos Deputados em que exigirá detalhes da visita - fora da agenda oficial - à agência que comprovadamente já espionou o governo brasileiro; "Vassalagem", classifica a parlamentar

Reprodução

A visita que Jair Bolsonaro fez no dia 18 de março à Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos (CIA) deverá ser motivo de questionamentos nos próximos dias. A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) informou à Fórum que prepara um requerimento de informação a ser protocolado na Câmara dos Deputados em que exigirá explicações detalhadas do governo sobre a passagem da comitiva brasileira pela sede da agência conhecida mundialmente pela prática de espionagem.

À época, a imprensa brasileira noticiou com destaque que a visita de Bolsonaro à CIA não constava na agenda oficial. Esse, inclusive, deverá ser um dos questionamentos feitos pela deputada.

De acordo com Maria do Rosário, a passagem de Bolsonaro pela agência de espionagem “rompeu com a tradição altiva e soberana de nossa política externa, em uma demonstração de vassalagem nunca vista na história do Brasil”.

Isso porque, conforme revelado em 2015 pelo site de vazamentos WikiLeaks, a CIA espionou o governo brasileiro, inclusive com grampos telefônicos no gabinete da presidência da República. A agência teria, ainda, espionado o Banco Central brasileiro, o avião presidencial e até mesmo a Petrobras. Ainda não se tem uma dimensão certa do nível de espionagem que os norte-americanos desempenharam – ou desempenham – contra o Brasil.

“É inaceitável que nossas relações exteriores sejam ditadas por tamanha submissão e falta de orgulho nacional”, afirmou à Fórum a deputada federal.

O requerimento, que será protocolado na Câmara na próxima semana, deve destacar que a visita foi feita com dinheiro público e que, de acordo com a Constituição, o presidente da República deve zelar pela segurança interna do país, sob o risco de incorrer em crime de responsabilidade.

Com o requerimento, a parlamentar pretende fazer com que o presidente revele o real motivo da visita à CIA, por que a passagem pela sede da agência não constou na agenda oficial, o conteúdo da reunião com os representantes norte-americanos e, entre outros pontos, quais informações do Estado brasileiro foram repassadas.

Esta foi a primeira vez que um presidente brasileiro visitou a agência de espionagem norte-americana. Em tempo: Jair Bolsonaro foi à CIA antes mesmo de ir à sede da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum