Marinha encontra barril da Shell com óleo no litoral do Nordeste

No último dia 10, Jair Bolsonaro que tem quase certeza que o derramamento de óleo que atingiu as praias do Nordeste é criminoso, após levantar suspeitas de que a origem do vazamento estaria relacionada à Venezuela

A Marinha confirmou nesta quinta-feira (17) que recolheu nesta quarta-feira (16) um barril cheio de óleo com o logotipo da petrolífera transnacional Shell nas proximidades da Ponta de Tabatinga, a 7,4 quilômetros da costa de Natal, no Rio Grande do Norte.

“Os dados disponíveis até o momento não permitem concluir se o episódio tem relação com outros tambores encontrados no litoral de Sergipe (que também tinham o logo da Shell) ou com o óleo que tem se espalhado pelas praias do Nordeste”, afirmou a Marinha, em nota.

A Shell havia informado que os tambores encontrados em Sergipe eram originalmente embalagens de lubrificantes para navios, de um tipo que não é produzido no Brasil. A empresa informou também que não havia reutilizado seus tambores.

No último dia 10, Jair Bolsonaro que tem quase certeza que o derramamento de óleo que atingiu as praias do Nordeste é criminoso, após levantar suspeitas de que a origem do vazamento estaria relacionada à Venezuela.

“Obviamente, não temos bola de cristal para descobrirmos rapidamente quem foram os responsáveis por esse ato criminoso, mas as providências sempre tomamos”, ressaltou.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.