Mario Frias ameaça deputado com “cuidado com PF” e se acovarda para a Justiça: “é prato feito”

O secretário foi motivo de piadas de Marcelo Adnet em um de seus vídeos e respondeu com ameaças ao deputado Flávio Serafini

O secretário de Cultura Mario Frias respondeu, em setembro, a uma crítica do deputado estadual Flávio Serafini (PSOL-RJ) com uma ameaça: “Cuidado com PF”.

O deputado cobrou na Justiça do Distrito Federal (DF) explicações do secretário, pois considerou que foi alvo de ameaça. “PF” significaria Polícia Federal.

Acovardado, o secretário respondeu que “PF” significa prato feito, em função das “ideias preconcebidas” por Serafini.

A defesa de Frias ainda explicou:

“O intuito do interpelado foi o de dizer tão somente que o interpelante estava se usando de ideias pré-concebidas, pouco criativas e destituídas de maiores fundamentos. Tratou-se de uma forma mais sutil para repelir a injusta agressão, acreditando-se o interpelante conhecer”.

O juiz Felipe de Oliveira Kersten, do 2º Juizado Especial Criminal de Brasília, deferiu o pedido de Serafini e abriu prazo de 10 dias para que Frias explique o que motivou a sua postagem.

A manifestação de Serafini ocorreu por conta das críticas de Frias e do governo federal a Marcelo Adnet. O secretário foi motivo de piadas de Adnet em um de seus vídeos.

Com informações da coluna de Ancelmo Gois

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.