Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de março de 2019, 13h28

MDB: prisão de Temer vai na contramão de inquérito

O partido critica postura “açodada” da Justiça e diz que não foram demonstradas irregularidades da parte do ex-presidente e do ex-ministro Moreira Franco

Foto: Marcos Correa

Após a prisão de Michel Temer pela Lava Jato, o MDB, partido ao qual é filiado, emitiu nota lamentando a postura “açodada” da Justiça. A legenda diz ainda que a medida determinada pelo juiz federal Marcelo Bretas está à revelia do andamento de inquérito “em que foi demonstrado que não há irregularidade” da parte do ex-presidente da República e do ex-ministro Moreira Franco.

“O MDB espera que a Justiça restabeleça as liberdades individuais, a presunção de inocência, o direito ao contraditório e o direito à defesa”, encerra a nota.

Temer foi preso três meses após deixar o Palácio do Planalto.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum