Entrevista exclusiva com Lula
01 de maio de 2019, 07h35

MEC anuncia que bloqueio de 30% na verba vale para todas as universidades federais

De acordo com Arnaldo Barbosa de Lima Junior, secretário de Educação Superior do ministério, trata-se de um “bloqueio” que foi feito “de forma preventiva”

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

O Ministério da Educação (MEC) anunciou que o bloqueio de 30% na verba das instituições de ensino federais vai valer para todas as universidades e todos os institutos. A informação foi dada após às críticas ao corte de verba de três universidades que tinham sido palco de manifestações públicas: a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade Federal da Bahia (UFBA).

De acordo com Arnaldo Barbosa de Lima Junior, secretário de Educação Superior do MEC, trata-se de um “bloqueio” que foi feito “de forma preventiva”.

Mesmo tendo declarado que o bloqueio foi feito “de forma isonômica” para todas as universidades e institutos, Lima afirmou que está “estudando alguns parâmetros” para definir quais delas seriam “premiadas” com uma “redução menor do que as outras” durante o ano, “mas com ênfase no segundo semestre”.

Anúncio e protestos

Na manhã desta terça-feira (30), o MEC havia dito que “UFBA, UFF e UnB tiveram 30% das suas dotações orçamentárias anuais bloqueadas”, e que desde a semana passada havia inserido as informações sobre o bloqueio no Siaf, o sistema usado pelo governo federal no processo de execução do orçamento. O anúncio provocou protestos na comunidade acadêmica.

Em entrevista ao jornal Estado de S.Paulo, o ministro Abraham Weintraub disse sobre o corte: “Universidades que, em vez de procurar melhorar o desempenho acadêmico, estiverem fazendo balbúrdia, terão verbas reduzidas. A lição de casa precisa estar feita: publicação científica, avaliações em dia, estar bem no ranking”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum