quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Merval Pereira vai parar nos TTs ao afirmar que Bolsonaro apoia impunidade

Em função de artigo publicado no jornal O Globo, nesta sexta-feira (27), onde diz que o presidente Jair Bolsonaro apoia a impunidade, o jornalista Merval Pereira foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter.

Conhecido como detrator dos governos petistas, o colunista afirma em seu texto onde comenta as várias derrotas sofridas pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, no seu pacote anticrime, que “a luta contra a corrupção nunca foi um objetivo do presidente Bolsonaro, apenas uma desfaçatez eleitoreira que não resistiu a um ano de investigações sobre sua família”.

Ele lembra que a “relação perigosa da família Bolsonaro com pessoas e atos à margem da lei vem de longo tempo, mas somente agora se tornaram visíveis à opinião pública”.

Merval afirma ainda que “a esquerda festeja muito justamente, porque sua aprovação, com a sanção presidencial, é uma crítica direta ao ex-juiz Moro, uma aceitação das denúncias de que ele exorbitou de seu poder nos processos da Lava Jato”.

Em outro artigo, publicado na semana passada, o colunista disse que Bolsonaro “beira a insanidade e sugeriu que seja instaurado o impeachment do presidente”.

“O presidente Jair Bolsonaro vem numa escalada de falta de compostura que beira a insanidade. O episódio de ontem, em que destratou jornalistas, demonstrando falta de educação e preconceitos, é próprio de quem se sente acuado, e de fato o presidente está acuado, pela queda de sua popularidade, pelas limitações que as instituições democráticas lhe impõem, pelas denúncias contra seu filho Flávio, que envolvem toda uma família ampliada que, pelas acusações do Ministério Público do Rio, vivia às custas do Erário público”, escreveu o jornalista, em sua coluna.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.