Fórumcast, o podcast da Fórum
29 de agosto de 2018, 17h22

Minas Gerais sofre com falta de repasses do governo federal

A estimativa é que o estado tem direito a cerca de R$ 1 bilhão de recursos ao longo dos anos, valor que poderia ser usado para diminuir o escalonamento de salários

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

Em março deste ano, o governo de Minas de Gerais acusou a União de reter aproximadamente R$ 14 bilhões em repasses que deveriam ter sido efetuados aos estados e, com isso, provocar grandes prejuízos à população mineira, especificamente. O governador Fernando Pimentel (PT) chegou, inclusive, a cobrar extrajudicialmente Michel Temer a prestar contas e ameaçou ingressar na Justiça.

A estimativa é que Minas Gerais tem direito a cerca de R$ 1 bilhão desses recursos ao longo dos anos, valor que poderia ser usado, por exemplo, para diminuir o escalonamento de salários.

Não é novidade que Pimentel, candidato à reeleição, por ser do PT, sofre por não receber nenhum apoio do governo federal, comandado por Michel Temer (MDB). A questão é que o maior estado dirigido por um opositor do emedebista e rival dos tucanos vem sendo atacado sistematicamente pelo viés econômico e não político. A análise é de José Antônio Bicalho, de O Beltrano.

A estratégia, entre o governo federal e a oposição conservadora local, é prejudicar economicamente Minas Gerais, retendo na União os repasses que lhes são de direito. Em síntese, ao mesmo tempo em que o governo de Temer segura o dinheiro que pertence a Minas, reclama porque a gestão Pimentel não consegue cumprir as obrigações básicas, como o pagamento integral dos salários do funcionalismo.

O objetivo da manobra, além de minar a gestão do petista é tentar inviabilizar a reeleição de Pimentel. Afinal, será difícil explicar aos eleitores, em período tão curto de campanha, que Minas Gerais vem sendo boicotada pelo governo federal na transferência de recursos. E que alternativas de capitalização são sistematicamente boicotadas pelo PSDB mineiro.

Para tentar minimizar o problema, Pimentel se movimenta na esfera jurídica. O governo mineiro conseguiu n uma vitória importante no Supremo Tribunal Federal (STF) para que os repasses da União aos estados sejam regularizados. Na segunda-feira (27), a União se comprometeu a realizar mudanças importantes nos procedimentos de repasse de recursos federais.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum