Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de fevereiro de 2019, 08h13

Ministério Público tentou prender diretor da Vale por risco de fuga

Foi a primeira ação contra um executivo do alto escalão da empresa após a tragédia. O pedido de prisão foi negado, e o MP está recorrendo. Em nota, a Vale disse considerar “absolutamente acertada” a decisão de negar a prisão

O diretor de Ferrosos e Carvão da Vale, Peter Poppinga - Foto: Reprodução/LinkedIn

O Ministério Público Federal tentou prender o diretor de Ferrosos e Carvão da Vale, Peter Poppinga, alegando risco à ordem pública e de fuga do Brasil após o rompimento da barragem de Brumadinho, Minas Gerais, no dia 25 de janeiro. A informação está em matéria da Folha de S. Paulo.

Foi a primeira ação contra um executivo do alto escalão da empresa após a tragédia. O pedido de prisão foi negado, e a Procuradoria está recorrendo

O jornal destaca, ainda, que o Ministério Público Federal vem colecionando reveses na ação penal relacionada ao rompimento da barragem de Mariana, também em Minas, que deixou 19 mortos em 2015. A barragem era operada pela Samarco, um consórcio entre a Vale e a BHP Billiton.

Segundo a matéria, dos 22 denunciados por homicídio, lesões corporais e inundação, 2 conseguiram se livrar de acusações e 6 entraram com pedidos semelhantes.

Poppinga também é um dos denunciados no caso de Mariana, como representante da Vale no conselho da Samarco. O pedido de prisão preventiva foi feito no dia 1º deste mês, mas estava sob sigilo. Em sua negativa, o juiz Eduardo Henrique Lauar Filho disse que as razões do rompimento ainda são desconhecidas e o princípio de presunção de inocência deve ser preservado.

Em nota, a Vale disse considerar “absolutamente acertada” a decisão de negar a prisão e que “tem convicção de que seus empregados não agiram com dolo”. Até o momento, 11 empregados da mineradora foram presos pelo desastre de Brumadinho —3 já foram soltos. Nenhum no nível de diretoria.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum