O que o brasileiro pensa?
04 de fevereiro de 2020, 14h12

Ministro acata ação da direção da Petrobras e impõe multa a sindicatos por greve

Ministro Ives Gandra, do Tribunal Superior do Trabalho, atendeu pedido da direção da Petrobras e ameaça com multa a paralisação da categoria, que já atinge mais de 30 unidades da empresa

Ives Gandra, ministro do TST (Arquivo)

O ministro Ives Gandra, do Tribunal Superior do Trabalho, atendeu a uma ação da direção da Petrobras e decidiu impor multa diária de R$ 500 mil caso os sindicatos mantenham a greve da categoria iniciada no sábado (1º). A decisão também obriga que 90% do efetivo esteja trabalhando nas unidades da estatal.

Leia também: Greve dos petroleiros avança para mais de 30 unidades da Petrobrás

Na ação, a direção da Petrobras, presidida por Roberto Castello Branco, alega que não houve negociação antes da paralisação, que seria abusiva.

A Comissão de Negociação, que ocupa uma sala do edifício sede da Petrobras, no Rio, busca a suspensão das demissões na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen), prevista para começar no dia 14 e que deve afetar mais de mil famílias.

Os petroleiros ainda querem querem o estabelecimento imediato de um processo de negociação com a empresa, que descumpriu itens do Acordo Coletivo de Trabalho, com suspensão imediata das medidas unilaterais tomadas pela direção.

A decisão do ministro determina que os grevistas “abstenham-se de impedir o livre trânsito de bens e pessoas no âmbito da Requerente e de suas subsidiárias”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum