Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de março de 2018, 16h23

Ministro Barroso envia carta a Cármen Lúcia negando acusação de Gilmar Mendes

Mensagem serviu como resposta à fala de Gilmar Mendes, que recomendou à presidente do Supremo Tribuna Federal que Barroso “fechasse seu escritório de advocacia”

Barroso: “Diante da afirmação falsa feita hoje no plenário, venho formalmente comunicar a Vossa Excelência que me desliguei do escritório que integrei, em data anterior à minha posse” – Foto: Felipe Sampaio – STF

O bate-boca envolvendo os ministros do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), teve mais um desmembramento. Barroso enviou uma carta endereçada à presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, garantindo que deixou seu antigo escritório em 27 de junho de 2013, quando nomeado a integrar a Corte. No final da discussão desta quarta-feira (21), Gilmar Mendes recomendou que o desafeto “fechasse seu escritório de advocacia”, uma acusação grave, pois os ministros são proibidos de advogar enquanto estiverem no Supremo. As informações são de Teo Cury e Breno Pires, do Estado de Minas.

“Diante da afirmação falsa feita hoje no plenário, venho formalmente comunicar a Vossa Excelência que me desliguei do escritório que integrei, em data anterior à minha posse, e que jamais atuei em processo por ele patrocinado ou por qualquer dos seus sócios”, disse Barroso. “A esse propósito, no meu primeiro dia no Tribunal – 27 de junho de 2013 – oficiei formalmente à Secretaria Judiciária da Presidência para que não me fosse distribuída ação em que o escritório ou qualquer dos seus sócios atuassem”, acrescentou.

Depois da interrupção da sessão, Barroso pediu desculpas aos ministros pela discussão. Os colegas tinham um semblante de consternação. “Lamento, lamento”, disse Barroso. Gilmar Mendes, por sua vez, após retomada a sessão, voltou a falar nos temas que deram origem ao bate-boca e rebateu termos que lhe foram atribuídos por Barroso.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum