Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
22 de julho de 2019, 15h07

Ministro condena diretor do Inpe por rebater críticas de Bolsonaro sobre dados de desmatamento

Bolsonaro tem colocado à prova a idoneidade de Ricardo Galvão e do instituto sobre dados de desmatamento

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O ministro da Ciência & Tecnologia, Marcos Pontes, afirmou em nota publicada no Twitter nesta segunda (22) que compartilha da estranheza expressa pelo presidente Jair Bolsonaro quanto aos dados do desmatamento que o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) produz.

“Com relação aos dados de desmatamento produzidos pelo Inpe, organização pelo qual tenho grande apreço, entendo e compartilho a estranheza expressa pelo nosso presidente Bolsonaro”, diz Pontes. “A contestação de resultados, assim como a análise e discussão de hipóteses, são elementos normais e saudáveis do desenvolvimento da Ciência.”

Além disso, Pontes disse discordar da maneira como agiu o engenheiro Ricardo Galvão, diretor do Inpe, ao dar entrevistas para a imprensa criticando os questionamentos de Bolsonaro, e o chamou para “esclarecimentos e orientações”. O Inpe é vinculado ao ministério.

Na sexta-feira (19), Bolsonaro criticou Galvão por causa de levantamentos recentes sobre desmatamento. Segundo esses dados preliminares de satélites do Inpe, mais de 1.000 km² de floresta amazônica foram derrubados na primeira quinzena deste mês —um aumento de 68% em relação a julho de 2018. As informações são do Deter,  sistema da instituição que lança alertas sobre mudanças de vegetação.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum