Fórum Educação
07 de Maio de 2019, 14h35

Ministro da Educação comete gafe e diz que sofreu processo como no “livro de Kafta”; veja vídeo

Abraham Weintraub disse a senadores que seu currículo está “bem acima da média dos últimos 15 ministros que passaram por lá": "Eu poderia ter entrado na USP aos 14 anos”

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

Em audiência na Comissão de Educação do Senado nesta terça-feira (7), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, cometeu uma gafe ao dizer que foi alvo de processo administrativo quando lecionou na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Leia também: Ministro chantageia senadores: Só revê cortes na Educação se reforma da Previdência for aprovada

Weintraub disse que sofreu um “processo inquisitorial e sigiloso”: “Que eu saiba só a Gestapo (polícia nazista de Hitler) fazia isto. Ou no livro do Kafta ou na Gestapo”, disse, confundindo o nome do escritor austro-húngaro Franz Kafka com a comida árabe kafta.

Ainda durante a exposição, em resposta a questionamento do senador Confúncio Moura (MDB-RO) se ele estaria em condições para conduzir o MEC, Weintraub disse que seu currículo está “bem acima da média dos últimos 15 ministros que passaram por lá. Eu poderia ter entrado na USP aos 14 anos.”


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum