terça-feira, 29 set 2020
Publicidade

Ministro da Educação de Bolsonaro diz que brasileiros são ladrões

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ministro da Educação de Jair Bolsonaro, o colombiano Ricardo Vélez Rodríguez, mostrando total desrespeito ao país que o acolheu e despreparo para o cargo que exerce, deu a entender que os brasileiros são ladrões.

“O brasileiro viajando é um canibal. Rouba coisas dos hotéis, rouba assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem que ser revertido na escola”, afirmou, em entrevista à revista Veja, que vai às bancas neste fim de semana.

Rodríguez declarou, ainda, que vai acabar com as cotas e com a universidade pública. “Em nenhum país do mundo a universidade chega para todos. Ela representa uma elite intelectual, para a qual nem todos estão preparados”, disse.

“Escola sem Partido”

Não satisfeito, resolveu atacar o ex-ministro José Dirceu. Questionado se é favorável ao projeto “Escola sem Partido”, respondeu da seguinte forma:

“Posso dizer numa maldade? Se o José Dirceu achou o fim da picada, é porque o ‘Escola sem Partido’ deve ser algo bom. A escola não serve para fazer política”.

E ameaçou: “Quem praticar isso ostensivamente vai responder à legislação que existe neste país”.

Leia aqui a entrevista na íntegra

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.