Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de julho de 2019, 09h35

Ministro virou inimigo da maconha medicinal após receber concorrente em seu gabinete

Osmar Terra recebeu representantes de laboratório paranaense no dia 11 de julho, cerca de duas semanas antes de polêmica declaração contra a Anvisa, que ele ameaçou fechar caso estipule regras para o cultivo medicinal da maconha

O ministro Osmar Terra, que é contra o plantio de maconha com fins medicinais - Foto: Montagem

Antes de ameaçar fechar a Anvisa caso haja liberação do canabidiol, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, recebeu em Brasília representantes de um laboratório do Paraná que fabrica um ativo artificial que busca competir com o medicamento feito com cannabis sativa.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Segundo a coluna Painel, da Folha, Terra recebeu os representantes paranaenses no dia 11 de julho, cerca de duas semanas antes de polêmica declaração contra a Anvisa. Na reunião, vídeos “denunciando” casos de intoxicação de crianças teriam sido exibidos.

O convencimento e os ataques de Terra vieram sem sequer conversar com o principal laboratório que fabrica o canabidiol (CBD) no Brasil, a carioca Hempmeds. Segundo a empresa, os medicamentos de cannabis atuam através de receptores encontrados no sistema nervoso de todo o corpo e não apresenta efeitos psicoativos, nem dependência ou gera crises de abstinência. A principal patologia tratada pelo CBD é a epilepsia, mas cada ano cresce o número de patologias afetadas pelo CBD, como o autismo e o câncer.

Nos últimos anos, as autorizações da Anvisa ao medicamento saltou 500%, chegando a aproximadamente 2.371 novos pedidos para importação do CBD, além de quase 1.242 reavaliações de solicitações anteriores.

Na quarta-feira (24), Terra considerou que a Anvisa atua enfrentando o governo motivada por um “movimento pró-liberação da maconha”. “Pode ter ação judicial. Pode até acabar a Anvisa, sei lá, entendeu? A Anvisa está enfrentando o governo. É um órgão do governo enfrentando o governo”, declarou.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum