Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de julho de 2019, 20h31

Ministros do STF foram convidados por banqueiros para falar secretamente sobre eleições

Segundo Reinaldo Azevedo, nem o ministro Alexandre de Morais, nem Luís Roberto Barroso aceitaram participar do encontro, apenas Fux marcou presença

Luiz Fux, do STF (Foto: Roberto Jayme/ ASCOM/TSE)

Nos novos diálogos da Vaza Jato, divulgados nesta sexta-feira (26), no blog do jornalista Reinaldo Azevedo, a consultora de judiciário e política da XP Investimentos, Débora Santos, aparece trocando mensagens com o procurador do Ministério Público Federal e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol.

Nessas conversas, além de convidar o procurador para uma palestra secreta com banqueiros e investidores, ela também revela que Luiz Fux, ministro do Supremo Tribunal Federal, já tinha participado de evento semelhante e que faria o mesmo convite para mais dois juízes da Suprema Corte.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“Esse bate-papo é privado, com compromisso de confidencialidade, onde o convidado fica à vontade para fazer análises e emitir pareceres sobre os temas em um ambiente mais controlado. Semana passada recebemos o presidente do TSE, ministro Fux, por exemplo e não saiu nenhuma nota na imprensa”, declarou Débora, ressaltando o tom de clandestinidade do encontro.

“Fazemos encontros regulares com atores do mercado para fazer análises conjunturais sobre temas da atualidade. Estamos na fase de ciclo de encontros sobre Lava Jato e Eleições, por isso estivemos com o ministro Fux, na semana passada, e estamos negociando data com os ministros Barroso e Alexandre de Morais tb”, continou a consultora.

Segundo Reinaldo Azevedo, nem o ministro Alexandre de Morais, nem Luís Roberto Barroso aceitaram participar do encontro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum