Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de junho de 2019, 09h44

Ministros do STF rechaçam indicação de Bretas, mas apontam corregedor, que se reuniu com Bolsonaro e Flávio

Para ministros, indicação de Bretas é para agradar plateia, mas não descartam corregedor, que se reuniu com o presidente e seu filho envolvido em suspeitas no caso Queiroz

Flávio Bolsonaro - Foto: Geraldo Magela/ Agência Senado

Ministros do Supremo reagiram à indicação do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de um evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF) com ressalvas. De acordo com o Painel da Folha, em nota publicada neste domingo (2), para eles, a fala do presidente é para agradar a plateia.

Além disso, sobre a possibilidade deste evangélico ser o Juiz Marcelo Bretas, que é de primeiro grau, a indicação seria muito mal recebida.

Esse mesmo integrante lembra que o AGU, André Luiz Mendonça, é presbiteriano, e que Humberto Martins, hoje no STJ, é adventista.

Humberto Martins é vice-presidente do STJ e corregedor nacional de Justiça.

O ministro esteve com Bolsonaro na quinta (30) – um dia antes de o presidente falar na indicação de um evangélico ao STF. Flávio (PSL-RJ), senador e filho número 01, acompanhou a toda a conversa.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum