Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de agosto de 2019, 14h15

Minúsculo: Governador de Minas já inicia distanciamento de Bolsonaro

Romeu Zema (Novo) sinaliza que vai seguir o mesmo caminho que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que surfou na onda do bolsonarismo para se eleger mas, agora, tenta se descolar do governo

Foto: Reprodução/Facebook

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), parece estar iniciando um processo de distanciamento de Jair Bolsonaro. Em entrevista ao Estadão divulgada neste sábado (17) o chefe do Executivo mineiro teceu críticas ao capitão da reserva, algo que não havia feito desde que se elegeu.

Para o governador, Bolsonaro se apena a pautas “minúsculas”. “O governo tem boas intenções, mas tem pecado na coordenação. Em alguns momentos a comunicação deixa a desejar, entra em pautas minúsculas, enquanto deveríamos focar em coisas maiores, grandiosas, imprescindíveis”, disse Zema.

O governador ainda disparou: “Faz parte do estilo dele (Bolsonaro) levantar polêmicas que, do meu ponto de vista, não seriam necessárias”.

A declaração sinaliza que Zema estaria seguindo o mesmo caminho do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Ambos surfaram na onda do bolsonarismo para se elegerem e mantiveram forte proximidade com Bolsonaro no início de seus mandatos. O tucano, no entanto, já começou um processo de distanciamento do capitão da reserva, até como forma de compor sua imagem para uma possível corrida presidencial em 2022. Depois de pregar o “Bolsodoria”, o governador paulista afirmou, recentemente, que “nunca tivemos alinhamento com o governo Bolsonaro”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum