O que o brasileiro pensa?
08 de julho de 2020, 13h15

Moro compara Lula a Bolsonaro: “são extremos que devem ser evitados”

Ele afirmou ainda que um dos problemas na luta contra a corrupção “foi uma falta de apoio maior da parte do Palácio do Planalto”

Lula e Bolsonaro. Foto: Montagem

O ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou em entrevista à agência France-Presse, realizada nesta segunda-feira (6), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido-RJ) possuem “um caráter um tanto populista” e são exemplos de extremos do espectro político brasileiro, que “devem ser evitados”.

“Ambos têm um caráter um tanto populista na formulação das políticas públicas, com a diferença de que o presidente Bolsonaro seria um populista de direita, e Lula, de esquerda”.

Moro disse ainda que, “de certa maneira, [Bolsonaro e Lula] são dois extremos, na minha opinião respeitosa, que devem ser evitados”.

Sobre a luta contra a corrupção no tempo em que permaneceu no governo, o ex-ministro afirmou: “conseguimos avançar principalmente no combate à criminalidade violenta e ao crime organizado, mas em relação à corrupção, não tanto. Um dos problemas, na minha opinião – e com todo o respeito – foi uma falta de apoio maior da parte do Palácio do Planalto”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum