Fórum Educação
31 de março de 2020, 06h18

Moro confronta Bolsonaro: “Responsabilidade primária em assuntos da saúde é do Ministério da Saúde”

Ministro quebrou o silêncio e decidiu se posicionar a favor do isolamento domiciliar, enquanto Bolsonaro tem orientado o retorno ao trabalho

Bolsonaro e Sérgio Moro (Foto: Divulgação/MJSP)

O ministro da Justiça, Sergio Moro, quebrou o silêncio sobre o embate em torno da pandemia de coronavírus no país e disse que “a responsabilidade de orientar sobre Covid-19 é do Ministério da Saúde”.

Com tal declaração, feita à CNN Brasil, nesta terça-feira (31), o ex-juiz se posiciona a favor do isolamento domiciliar, enquanto o presidente Jair Bolsonaro tem orientado o retorno ao trabalho. Moro opinou dizendo que ainda é necessário “esperar” para verificar a concretização do fim da quarentena no país.

Para o ministro, a população não deve antecipar o caos, pois o mesmo não vai ocorrer. “Nós precisamos ter em mente que, no final, tudo vai dar certo”, disse.

“Esses problemas vão ser superados, porque a epidemia ameaça não só a saúde, mas também a economia, e isso é a principal preocupação do presidente, a questão dos empregos, mas também da vida. Então essas questões precisam ser conciliadas e o isolamento tem que ocorrer da medida que for necessário”, continuou.

Questionado sobre o passeio de Bolsonaro no Distrito Federal, atitude que quebrou protocolos das autoridades de saúde sobre a contenção da pandemia, ministro se esquivou e disse que não cabe a ele fazer avaliações. “O presidente tem uma preocupação extremamente válida com a questão dos empregos. É necessário conciliar isso com as igualmente necessárias medidas de controle da epidemia”, finalizou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum