Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de abril de 2019, 21h09

Moro defende uso de “snipers”: “Um policial não precisa levar tiro de fuzil para reagir”

No mesmo evento em que o ministro fez a declaração, uma pistola foi furtada de um dos estandes, na presença de Hamilton Mourão, Wilson Witzel e Marcelo Crivella

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, defendeu o uso de “snipers” (atiradores de elite) contra criminosos no Rio de Janeiro, proposta do governador Wilson Witzel. O ex-juiz disse que policiais não precisam tomar um tiro de fuzil para reagir. A declaração foi durante a feira LAAD Defesa e Segurança, onde ministrou uma palestra.

“O fato é que um policial não precisa levar um tiro de fuzil para reagir. Mas tem que ver em quais circunstâncias que haveria essa autorização”, afirmou o ministro.

Moro ressaltou a importância de combater organizações criminosas. “Para mim, Comando Vermelho, PCC e milícias são tudo a mesma coisa. Muda um pouco o perfil do criminoso, mas mesmo assim estamos falando de uma criminalidade grave e que tem que ser combatida”.

Furto

No mesmo evento de segurança, uma pistola não funcional foi furtada de um dos estandes do Riocentro. O general Hamilton Mourão, vice-presidente da República; Fernando Azevedo e Silva, ministro da Defesa; Wilson Witzel, governador do Rio; e Marcelo Crivella, prefeito do Rio, estavam presentes no local.

A arma estava no estande da empresa Beretta Defense Technologies e é uma pistola APX Compact, 9mm, de origem norte-americana. Vale aproximadamente 400 euros.

Confiança

Moro afirmou, ainda, que está otimista em relação à aprovação do seu Pacote Anticrime no Congresso. “Tenho confiança que, em mais ou menos tempo, com eventuais modificações ou eventualmente até aprimoramentos, o governo vai conseguir aprovar esse projeto”.

Com informações da Agência Brasil

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum