Entrevista exclusiva com Lula
02 de dezembro de 2019, 08h32

Moro e Bolsonaro se calam diante do massacre promovido pela PM em Paraisópolis

No lugar de publicações lamentando a morte dos jovens, Moro exibe em seu perfil postagens sobre o pacote anticrime e outdoors com seu rosto estampado

Moro e Bolsonaro na cerimônia de formação de policiais Federais (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Mesmo após a trágica operação da Polícia Militar no baile funk de Paraisópolis, Zona Sul de São Paulo, que deixou ao menos nove mortos neste domingo (1), o presidente Jair Bolsonaro preferiu não se posicionar sobre o ocorrido. O ministro da Justiça, Sergio Moro, também optou pelo silêncio.

No lugar de publicações lamentando a morte dos jovens, Moro exibe em seu perfil nas redes sociais postagens sobre o pacote anticrime e imagens de outdoors com seu rosto estampado. Já Bolsonaro compartilhou uma imagem sua em um evento de Brasília.

O filho do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), também não se pronunciou sobre a operação da PM. Outros nomes importantes do governo de Bolsonaro, como a deputada federal Joice Hasselmann e o senador Major Olímpio, também se calaram.

Ao menos nove pessoas morreram e duas ficaram feridas na Operação Pancadão realizada pela Policia Militar de João Doria. A versão de jovens que estavam no local é que a PM chegou atirando no público do baile, além de atacarem com spray de pimenta e bombas. “Chegaram atirando em todo mundo. A gente estava no baile e primeiro veio a bomba. Começaram a cair as pessoas, passando mal, e a desmaiar, sendo pisoteadas. Ficamos encurralados”, disse um jovem que estava no local.

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum