quinta-feira, 24 set 2020
Publicidade

Moro está de férias e sequer poderia estar despachando contra Lula

O juiz Sérgio Moro, algumas horas depois que foi expedido o alvará de soltura do ex-presidente Lula, a partir de um habeas corpus concedido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), divulgou um despacho em que desacata a ordem do tribunal superior ao seu e determina que a Polícia Federal mantenha o ex-presidente preso.

Registros oficiais da Justiça mostram, no entanto, que o juiz de Curitiba está em período de férias até 31 de julho. Ou seja, ele não poderia estar despachando.

Reprodução

O fato não passou despercebido pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ). “É um escândalo completo: Moro está de férias, não pode despachar. Ignora esta condição para DESAFIAR uma instância superior. Sua militância neste caso já virou DESACATO!”, escreveu em seu Twitter.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.