Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
18 de fevereiro de 2020, 10h05

Moro manda pintar nas paredes das penitenciárias a frase: “diga não à facção”

Ação faz parte de nova força-tarefa para ajudar a PF em São Paulo no combate a organizações criminosas no estado

O ministro Sérgio Moro - Foto: Reprodução/YouTube

O ministro Sérgio Moro mandou pintar nas paredes das penitenciárias a frase: “diga não à facção”.

O ministério da Justiça anunciou uma força-tarefa para ajudar a PF em São Paulo no combate a organizações criminosas no estado.

A portaria, de acordo com o Painel, da Folha, foi assinada nesta segunda-feira (17) e é resultado de investigações sigilosas em andamento.

O objetivo da campanha de Moro é levar aos detentos a informação de que, pela recém-aprovada lei anticrime, quem mantém vínculo com organização criminosa durante cumprimento de pena não tem benefício de progressão de regime.

Diretoria de Inteligência Prisional

Há mais de um ano, Moro criou uma diretoria específica para monitorar presídios que funciona vinculada ao Departamento Penitenciário Nacional (Depen). Em outra frente, o Depen está elaborando diversos projetos para viabilizar a ampliação de vagas no superlotado sistema prisional.

Foi anunciado na época que a Diretoria de Inteligência Prisional do Depen teria membros lotados nas cinco regiões do País, em atuação conjunta com autoridades locais, para se antecipar às ações que o crime organizado costuma planejar de dentro dos presídios.

Antes coordenação, a nova diretoria tem o acréscimo no número de servidores, remanejados de outras áreas do ministério, dentro da proposta de Moro de reforçar o lado operacional da pasta.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum