Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de julho de 2019, 07h29

Moro pode ser candidato a vice de Bolsonaro em 2022, diz Mônica Bergamo

Jornalista afirma que a possibilidade de Moro ser candidato a vice-presidente em uma chapa com Jair Bolsonaro já começa a ser trabalhada no meio político; hipótese seria mais provável que uma indicação ao STF

Bolsonaro e Moro (Foto:Isaac Amorim/MJSP)

Mergulhado no escândalo das conversas com procuradores da Lava Jato que indicam uma condução parcial dos processos enquanto juiz, o ministro Sérgio Moro, mesmo com a imagem arranhada, pode ser candidato a vice-presidente em uma chapa com Jair Bolsonaro em 2022. As informações são de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

De acordo com a jornalista, a possibilidade já vem sendo trabalhada no meio político e se trata de uma hipótese mais provável que uma indicação de Moro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF). “A hipótese poderia se concretizar caso a indicação de Moro para o STF (Supremo Tribunal Federal) seja inviabilizada. Moro enfrenta resistência na corte e no Senado, que aprova a indicação para o STF. Antes mesmo do escândalo das mensagens, sua candidatura era considerada frágil”, escreveu a jornalista em sua coluna deste sábado (6).

O próprio ministro da Justiça, quando perguntado se ele mesmo seria candidato à presidência nas próximas eleições, afirmou que “o candidato do governo vai ser o presidente à reeleição”. A declaração foi dada nesta sexta-feira (5) em um evento com empresários e está em sintonia com Bolsonaro, que no final de junho admitiu pela primeira vez que pretende pleitear mais um mandato para comandar o Executivo brasileiro.

O presidente, que se refere a Moro como “herói nacional”, vem saindo em defesa do ex-juiz diante dos vazamentos de conversas que vem desnudando sua conduta até então considerada, por muitos, como ética. Bolsonaro, inclusive, prometeu levar Moro para assistir com ele a final entre Brasil e Argentina pela Copa América, neste domingo (26) no Maracanã, para testar sua popularidade e a do ex-juiz. “O povo vai dizer se nós estamos certos ou não”, afirmou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum