Moro visita Rosa Weber antes de voto decisivo que pode libertar Lula

Ministra do STF vota nesta quinta-feira (24) sobre validade das prisões após condenação em segunda instância

O ex-juiz da Lava Jato e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, visitou na terça-feira (22) às 13h30 a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber. Encontro ocorreu apenas dois dias antes do início do julgamento no STF sobre a constitucionalidade da prisão em segunda instância, no qual Weber tem voto decisivo e que poderá colocar o ex-presidente Lula em liberdade.

Informação sobre a visita do ministro foi divulgada nesta terça-feira (22) pelo portal oficial da Lava Jato, o Antagonista.

Na sessão desta quarta-feira (23), o placar no STF ficou em 3×1 a favor da execução das penas após condenação em segunda instância. Quatro ministros já votaram: Marco Aurélio contra, e Alexandre de Moraes, Edson Fachin e Luís Roberto Barroso, a favor.

Na última semana, o relator da ação, ministro Marco Aurélio, avaliou que o placar pode chegar a 7 a 4 contra as prisões em segunda instância. Julgamento pode beneficiar o ex-presidente Lula, preso em Curitiba após o TRF-4 aumentar sentença proferida por Moro.

Rosa Weber também é relatora de uma ação da Procuradoria Geral da República que derruba portaria assinada por Moro em julho que permitia a deportação sumária de estrangeiros considerados perigosos.

Esta matéria foi corrigida no dia 28 de outubro, às 7h50. Ao contrário do que informávamos anteriormente, o ministro não visitou Rosa Weber no dia do julgamento, mas sim dois dias antes. Informação foi confirmada através da agenda oficial da ministra no site do STF.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.