quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Mourão: conversas de Moro e Dallagnol são “privadas” e foram “descontextualizadas”

O vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB) disse nesta segunda-feira (10) que considera as conversas entre o ministro da Justiça e ex-juiz, Sergio Moro, e o procurador Deltan Dallagnol, da Operação Lava Jato, divulgadas neste domingo (9) pelo site The Intercept Brasil como “privadas” e que elas foram “descontextualizadas”.

“Conversa privada é conversa privada, né? E descontextualizada ela traz qualquer número de ilações. Então o ministro Moro é um cara da mais ilibada confiança do presidente, é uma pessoa que, dentro do país, tem um respeito por parte enorme da população, haja vistas aí as pesquisas de opinião que dão a popularidade dele”, afirmou Mourão, que esteve com Jair Bolsonaro (PSL), mas negou que tenha conversado sobre o tema.

Segundo Mourão, conversas privadas acabam sendo “pinçadas” e tiradas de contexto. “Toda vez que você pega uma conversa privada, eu pinço aqui, acolá, fora de um contexto”, afirmou.

O vice-presidente disse “não ver nada de mais” no caso e descartou a possibilidade de a troca de mensagens entre o então juiz e o procurador interferirem na Lava Jato.

“Em relação aos processos ocorridos na Lava Jato, todos eles passaram por primeira, segunda e outros já chegaram na terceira instância. Então, eu não vejo nada demais nisso aí tudo.”

Fake
Mais cedo, a BandNews havia informado que Mourão teria considerado “muito grave” as conversas divulgadas pelo The Intercept. No entanto, a assessoria do vice-presidente negou que ele já havia se pronunciado sobre o vazamento de mensagens.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.