Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de abril de 2019, 18h29

Mourão diz: “o Geisel não foi eleito, eu fui” e ouve grito de “ditadura nunca mais” em palestra nos EUA

Mourão disse ainda que ele e Bolsonaro entendem que, se o governo “falhar, errar demais”, “essa conta irá para as Forças Armadas”

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em discurso de encerramento da Brazil Conference, evento organizado por estudantes brasileiros das universidades de Harvard e do MIT neste domingo (7), o general Hamilton  Mourão disse que a diferença entre a participação das Forças Armadas na política hoje e à época da ditadura é que ele e Bolsonaro foram eleitos.

“O Geisel não foi eleito, eu fui”, disse, referindo a Ernesto Geisel, que promoveu a abertura para recolocar os civis no poder, entre os anos de 1974 e 1979. A informação é de Paola de Orte, do jornal O Globo.

Depois de fazer a declaração sobre Geisel, Hamilton Mourão foi aplaudido e em meio aos aplausos, um manifestante entrou no auditório e gritou “ditadura nunca mais!”.  O manifestante foi retirado da sala pelos seguranças. Segundo os organizadores do evento, depois disso, a organização conversou com o manifestante, que se retirou.

Mourão disse ainda que ele e Bolsonaro entendem que, se o governo “falhar, errar demais”, “essa conta irá para as Forças Armadas”. “Se o nosso governo falhar, errar demais, porque todo mundo erra, mas se errar demais, não entregar o que está prometendo, essa conta irá para as Forças Armadas. Daí a nossa extrema preocupação”, afirmou.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum