Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
03 de dezembro de 2019, 12h40

MP abre investigação criminal contra Roberto Alvim

O secretário é o mesmo que ofendeu Fernanda Montenegro

Roberto Alvim e Juliana Galdino (Reprodução/Facebook)

De acordo com informações da coluna de Bernardo Mello Franco, no Globo, o Ministério Público Federal abriu investigação criminal sobre o secretário da Cultura do governo federal, Roberto Alvim.

Alvim era diretor de Artes Cênicas da Funarte quando tentou contratar sem licitação a própria esposa, a atriz Juliana Galdino, para assumir a direção artística do Teatro Plínio Marcos, em Brasília, o que seria contra a lei.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Galdino passaria a controlar um orçamento de R$ 3,5 milhões em verbas federais.

Para a Procuradoria da República, a contratação viola a Lei de Licitações. A pena para quem dispensa concorrência fora das hipóteses legais é de três a cinco anos de prisão.

Alvim declarou à revista Veja que “não seria louco” de contratar a mulher. Na última sexta, o colunista Ancelmo Gois publicou um documento que comprova o convite feito pelo diretor.

Em setembro, o dramaturgo causou enorme polêmica, ao ofender abertamente Fernanda Montenegro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum