segunda-feira, 28 set 2020
Publicidade

MP considera frases de Bolsonaro ditas por crianças como apologia ao crime

De acordo com informações da coluna de Ancelmo Gois, no Globo, o Facebook e o Youtube, por determinação do juiz Pedro Henrique Alves, da 1ª Vara da Infância e Juventude do Rio, têm que retirar do ar o vídeo em que crianças repetem frases ditas pelo presidenciável Jair Bolsonaro (PSL).

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) fez a representação alegando que “os responsáveis teriam, indevidamente, feito uso de imagem de crianças/adolescentes, com linguagem inapropriada e apologia à prática de crimes e intolerância”.

Entre as frases ditas por Bolsonaro e repetidas por crianças e adolescentes no vídeo estão:

“Eu sou favorável à tortura”;

“O grande erro da ditadura foi torturar e não matar”;

“Esse dinheiro do auxílio-moradia eu usava para comer gente”;

“Pobre só tem uma utilidade no nosso país: votar com diploma de burro no bolso”.

O Facebook e Youtube tem cinco horas para tirar os vídeos do ar, sob pena de multa diária de R$ 100 mil.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.