Entrevista exclusiva com Lula
31 de outubro de 2019, 12h02

MP do Rio contradiz Raquel Dodge e diz que Domingos Brazão não é suspeito no caso Marielle

A negativa delas contradiz denúncia feita em setembro pela ex-procuradora-geral da República Raquel Dodge de que Brazão "arquitetou o crime"

Marielle Franco - Foto: Reprodução/Facebook

As promotoras do MPRJ (Ministério Público do Rio de Janeiro), que investigam a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, negaram haver provas de que o ex-deputado Domingos Brazão esteja envolvido no crime.

A negativa delas contradiz denúncia feita em setembro pela ex-procuradora-geral da República Raquel Dodge de que Brazão “arquitetou o crime”.

A promotora Letícia Emily afirma que o inquérito da PF (Polícia Federal) que apurou a obstrução das investigações foi supervisionado pelo MP do Rio. Segundo ela, o relatório do inquérito responsabilizava apenas a advogada Camila Moreira Lima Nogueira e o ex-policial Rodrigo Jorge Ferreira, o Ferreirinha.

Dodge também denunciou Domingos Brazão, o delegado da PF Hélio Christiano e o policial federal aposentado Gilberto Ribeiro da Costa.

“Vale registrar aqui que o inquérito policial federal foi conduzido e acompanhado pelo Gaeco. Foi o Gaeco quem finalizou juntamente com a PF o relatório”, explicou. “Não há nenhuma prova concreta até o momento de participação de Domingos Brazão no crime”.

Com informações do UOL


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum