O que o brasileiro pensa?
21 de janeiro de 2020, 11h52

MPF encaminha representação de Padilha para enquadrar Roberto Alvim no crime de apologia ao nazismo

Representação feita em conjunto com Clara Ant e o professor Zé Geraldo pede também anulação do edital do Prêmio Nacional das Artes

Foto: Montagem

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou, nesta terça-feira (21), representação que busca enquadrar o ex-secretário de Cultura, Roberto Alvim, no crime de apologia ao nazismo. A ação foi movida em conjunto pelo ex-ministro da Saúde e atual deputado federal, Alexandre Padilha (PT-SP), com o ex-reitor da UNB, o professor Zé Geraldo e a ex-deputada federal, Clara Ant (PT-SP), conhecida na comunidade judaica por sua luta contra o racismo.

A representação tem como objetivo também revogar o edital do Prêmio Nacional das Artes. No mesmo dia em que lançou o vídeo onde plagiou discurso do chefe da propaganda nazista Joseph Goebbels, Alvim lançou, em live ao lado do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Educação, Abraham Weintraub, dados de programa de incentivo à cultura para conservadores, na página oficial do presidente no Facebook.

Na ocasião, Alvim disse que o governo vai “lançar um edital para cinema” voltado para “filmes sobre a independência do Brasil e sobre figuras históricas brasileiras, alinhados ao conservadorismo nas artes” e que “dignifique o ser humano”.

Para tal, foi anunciado um investimento de R$ 20 milhões do Fundo Nacional de Cultura para editais com aportes diretos do governo.

A tese levantada pelos reclamantes é a de que o edital foi realizado de acordo com os mesmos conceitos éticos e estéticos sobre a Cultura que Alvim apresentou no seu vídeo que faz apologias ao nazismo.

“Todo esse conjunto permite afirmar que o agente público em questão tem admiração, pelo menos, pela perspectiva de arte do nazismo. E como sob o seu cargo se desenvolviam todas as medidas relativas à cultura, não é demasiado concluir que, no período em que o ocupou, levou para essa área a compreensão estética que tão desabridamente revelou no vídeo”, diz a representação.

Veja a representação na íntegra aqui: Repres Roberto Alvim

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum