terça-feira, 22 set 2020
Publicidade

Na disputa pela prefeitura de SP, Boulos recebe apoio de 40 pré-candidatos a vereador do PSOL

Em terceiro lugar em pesquisa de intenção de votos, realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST), Guilherme Boulos, recebeu o apoio de 40 pré-candidatos a vereador do PSOL para ser o nome do partido na disputa pela prefeitura de São Paulo, prevista para novembro.

O manifesto publicado neste domingo (12) e assinado por integrantes do PSOL diz que “a combatividade de Boulos e a experiência de Erundina formam uma combinação com enorme potencial e nos coloca em um patamar diferenciado para a necessária disputa que travaremos em 2020 contra o bolsonarismo e a direita”.

Boulos, a deputada federal Sâmia Bomfim e o deputado estadual Carlos Giannazzi disputam, nos dias 18 e 19 de julho, as prévias do PSOL para definir quem será o indicado do partido para concorrer ao comando da capital paulista. 

Furar “bolhas”

Além disso, o documento afirma que “a chapa Boulos e Erundina apresenta uma importante capacidade de levar os ideais do PSOL para fora das ‘bolhas’, dialogando com territórios periféricos e setores diversificados da classe trabalhadora”.

Inúmeros nomes declararam apoio à candidatura do coordenador do MTST. Entre eles, a filósofa Marilena Chauí e os deputados federais Marcelo Freixo (PSOL-RJ), Áurea Carolina (PSOL-MG) e Ivan Valente (PSOL-SP).

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.