O que o brasileiro pensa?
23 de janeiro de 2020, 07h51

Na lista de privatizações, Correios recebe ameaças e é atacado por partido de Bolsonaro

Sem apresentar provas, a Aliança pelo Brasil tem acusado a estatal de extraviar propositalmente cartas ligadas à sigla

Foto: Correios

Principais alvos na esteira de privatizações do governo, os Correios estão sofrendo ataques de mais uma frente ligada ao presidente Jair Bolsonaro. Sem apresentar provas, o novo partido do ex-capitão, a Aliança pelo Brasil, tem acusado a estatal de extraviar propositalmente cartas ligadas à sigla.

Apesar dos Correios negarem práticas do tipo, a Aliança tem orientado simpatizantes a não escreverem o nome do partido no campo “destinatário” em cartas enviadas pelo correio com fichas de apoio à criação da sigla. Informação é da coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo.

A estimativa é que cerca de 40 mil servidores percam o emprego com a privatização dos Correios. O presidente, no entanto, ainda não sabe o que fazer com o contingente de desempregados que vai se formar com a venda da estatal. A definição do futuro da instituição será dada por um parecer técnico que deverá estar pronto apenas em outubro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum