Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de abril de 2019, 10h48

Na volta de Israel, Bolsonaro assiste a filme que defende ditadura “com influência de Olavo e seus alunos”

"No regresso da bem-sucedida viagem presidencial a Israel, a delegação brasileira aproveitou para assistir ao documentário 1964: O Brasil entre Armas e Livros", tuitou assessor especial da Presidência, que é aluno de Olavo de Carvalho

Bolsonaro assiste filme sobre ditadura com versão de Olavo e seus alunos (Reprodução/Twitter)

A comitiva presidencial de Jair Bolsonaro (PSL) assistiu ao filme “1964: O Brasil entre Armas e Livros” durante viagem de volta de Israel ao Brasil. O documentário defende a ditadura militar iniciada em 1964.

A informação foi publicada no Twitter pelo assessor especial da Presidência Filipe Martins, que destacou a influência do astrólogo Olavo de Carvalho na produção.

O guru ideológico do clã Bolsonaro, aliás, é um dos entrevistados do filme junto ao “pensador” Luiz Felipe Pondé e a Luiz Philippe de Orléans e Bragança, deputado federal e herdeiro da Coroa Imperial. Brasil Paralelo é a produtora responsável.

Após críticas, a Rede Cinemark desistiu de exibir o documentário em suas salas, provocando reações do filho do presidente Eduardo Bolsonaro (PSL), deputado federal por São Paulo.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum