O que o brasileiro pensa?
06 de julho de 2020, 22h18

“Não acredito no Jair paz e amor depois que o Queiroz foi preso”, diz Haddad no Roda Viva

"É uma estabilidade que está sendo comemorada e é falsa", disse o petista sobre a postura aparentemente "pacífica" do presidente nos últimos dias

Foto: Reprodução/TV Cultura

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (6), o ex-prefeito Fernando Haddad (PT) se mostrou cético com relação à postura aparentemente “pacífica” de Jair Bolsonaro desde que o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, foi preso.

“Até a prisão do Queiroz estávamos sendo ameaçados toda semana (…) Não acredito no Jair paz e amor depois que o Queiroz foi preso. É uma estabilidade que está sendo comemorada e é falsa”, disparou.

Logo na primeira pergunta, Haddad afirmou que, com Bolsonaro, “o Brasil corre muitos riscos”. “Temos a pior gestão de crise do planeta. Não é pouca coisa o que tá acontecendo no Brasil em termos econômicos e de saúde pública”, declarou.

Segundo Haddad, o país poderia passar “quatro anos sem saber que Bolsonaro é incompetente, mas infelizmente estamos vendo isso em um momento de dor nacional”.

Frente ampla

Sobre a formação de uma frente ampla contra Bolsonaro, o petista afirmou que trabalha “no sentido de criar um ambiente para que não se repita o cenário de 2018”.

“Temos projetos diferentes, mas todos pressupõem a democracia”, completou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum