Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
31 de janeiro de 2020, 16h08

“Não bastava tirar a Dilma?”, diz Gleisi após Maia defender reforma tributária para gerar emprego

A presidenta nacional do PT criticou a "solução" apresentada pelo presidente da Câmara

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

A presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), criticou nesta sexta-feira (31) uma declaração dada pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sobre a reforma tributária defendida pelo parlamentar.

“Não bastava tirar a Dilma?! Estabelecer o teto de gastos?! Fazer a reforma trabalhista?! Aprovar a reforma da Previdência?! A reforma tributária q precisamos é aquela em que os ricos paguem mais impostos e os pobres menos, ou nenhum!”, tuitou Gleisi.

A parlamentar criticava uma mensagem publicada por Maia no Instagram que dizia: “A reforma tributária é uma agenda urgente para o Brasil. É agora. O nosso sistema tributário precisa de uma solução. É necessário aprovar uma reforma que simplifique esse sistema e atenda a sociedade. É a hora de aprovarmos essas mudanças, que vamos levar ao plenário da Câmara este ano. Defendemos porque sabemos da importância dessas mudanças para o país”.

O presidente da Câmara se reuniu com investidores do Credit Suisse na última quarta-feira e aproveitou para também criticar o ministro da Educação, Abraham Weintraub. “Como é que o investidor olha para o Brasil, que tem um ministro da Educação desse? Que o país não tem futuro. E ainda parece que tem um passado ruim, porque conseguiu fazer um cara desse ministro da Educação. Que construção que nós tivemos?”, afirmou, em tom irônico.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum