O que o brasileiro pensa?
17 de junho de 2020, 16h16

“Não temos medo de vocês”, diz Padilha ao apresentar projeto para tornar crime fotografar interior de hospitais

Projeto apresentado pelo deputado petista visa cessar as invasões de hospitais durante a pandemia, que se intensificaram após incentivo do presidente Jair Bolsonaro

Deputado federal Alexandre Padilha é médico, especialista em Infectologia pela USP e professor (Foto: Divulgação)

O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) apresentou nesta quarta-feira (17) um projeto de lei para tornar crime o registro fotográfico ou cinematográfico em interior de hospitais sem autorização.

Na semana passada, o presidente Jair Bolsonaro pediu para que as pessoas invadam hospitais e fotografem o interior, com o intuito de checarem se há leitos disponíveis ou não. A fala se deu durante uma live, em um momento em que o capitão da reserva minimizava as mortes causadas pelo novo coronavírus e dizia que não há superlotação no sistema de saúde.

A partir de então, bolsonaristas e deputados apoiadores do governo passaram a invadir hospitais para fazer a “fiscalização” solicitada pelo presidente, colocando suas próprias vidas e as vidas dos profissionais de saúde e pacientes em risco.

“Esse pessoal do Bolsonaro não quer fazer denuncia, quer fazer lacração nas redes sociais às custas da imagem dos pacientes. Queremos proibir isso. Aos que incitam o ódio, quero dizer que não temos medo de vocês não. Vamos continuar firme com nosso Projeto de Lei que preserva vida, preserva os conselheiros de saúde e preserva os trabalhadores da área da saúde”, disse à Fórum o deputado Alexandre Padilha, que é ex-ministro da Saúde.

O projeto de lei de Padilha propõe alterar a Lei 8.080, de 19 de setembro de 1990, com o intuito de reforçar a proteção de pacientes e profissionais de saúde. A conduta criminosa de filmar e fotografar hospitais sem autorização proposta pelo deputado não se aplica aos profissionais de saúde da unidade e nem aos conselheiros de saúde.

“Parece ser desnecessário dizer que estabelecimentos de saúde necessitam de condições especiais para seu funcionamento. O que implica, entre outras coisas, em se garantir silêncio interno e externo, ações de assepsia ao entrar para evitar contaminações de profissionais de saúde, pacientes e usuários, ademais do fato de que ali se trata, sobretudo, da preservação de vidas humanas”, diz um trecho do PL.

Confira a íntegra aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum