sábado, 26 set 2020
Publicidade

Nas redes, Manuela D’Ávilla diz que avô, de 90 anos, foi agredido verbalmente por apoiadores de Bolsonaro

Manuela D’Ávilla (PCdoB), candidata a vice-presidenta na chapa de Fernando Haddad (PT), afirmou em suas redes sociais que o avô, Vinicius, de 90 anos, foi “agredido verbalmente” por apoiadores do oponente, Jair Bolsonaro (PSL), nesta terça-feira (23). “Compreenderam o que é fascismo?”

A agressão teria ocorrido na pequena cidade de Jaguarão, que tem pouco mais de 28 mil habitantes e está localizada no extremo sul gaúcho, na fronteira com o Uruguai. “Soube pelo meu amigo @depPedroruas (meu pai não quis me deixar triste e não contou) que meu avô de 90 anos foi agredido verbalmente pelos eleitores do MICO, em Jaguarão, sua cidade”, tuitou Manuela.


Também pelo Twitter, o deputado estadual Pedro Ruas, que avisou Manuela, comentou a agressão. “O que aconteceu com o avô da @ManuelaDavila, senhor de 90 anos e agredido verbalmente por um grupo de covardes, é absolutamente inaceitável, o que mostra que já vivemos um período negativamente de exceção”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.