Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de outubro de 2018, 08h46

Nas redes, Manuela D’Ávilla diz que avô, de 90 anos, foi agredido verbalmente por apoiadores de Bolsonaro

Deputado estadual Pedro Ruas, que avisou a candidata a vice-presidenta, afirmou que a agressão ao idoso "mostra que já vivemos um período negativamente de exceção"

Reprodução

Manuela D’Ávilla (PCdoB), candidata a vice-presidenta na chapa de Fernando Haddad (PT), afirmou em suas redes sociais que o avô, Vinicius, de 90 anos, foi “agredido verbalmente” por apoiadores do oponente, Jair Bolsonaro (PSL), nesta terça-feira (23). “Compreenderam o que é fascismo?”

A agressão teria ocorrido na pequena cidade de Jaguarão, que tem pouco mais de 28 mil habitantes e está localizada no extremo sul gaúcho, na fronteira com o Uruguai. “Soube pelo meu amigo @depPedroruas (meu pai não quis me deixar triste e não contou) que meu avô de 90 anos foi agredido verbalmente pelos eleitores do MICO, em Jaguarão, sua cidade”, tuitou Manuela.


Também pelo Twitter, o deputado estadual Pedro Ruas, que avisou Manuela, comentou a agressão. “O que aconteceu com o avô da @ManuelaDavila, senhor de 90 anos e agredido verbalmente por um grupo de covardes, é absolutamente inaceitável, o que mostra que já vivemos um período negativamente de exceção”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum