domingo, 20 set 2020
Publicidade

Nervoso, Bolsonaro diz: “Não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil”

Demonstrando nervosismo para uma plateia de cerca de 700 apoiadores durante ato de inauguração do aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista, na Bahia, nesta terça-feira (23), Bolsonaro buscou minimizar as polêmicas em torno de suas declarações xenofóbicas contra o povo do Nordeste em sua primeira viagem à região após a repercussão de suas falas.

“Não estou na Bahia, nem no Nordeste. Estou no Brasil”, discursou, enfatizando que logo depois que “não há divisões entre nós”. “Somos um só povo, uma só raça, um só ideal e um só objetivo colocar esse grande país no lugar de destaque que ele merece”.

Leia também
“É festa particular na casa dos outros”, critica vereador de Vitória da Conquista sobre “comício” de Bolsonaro

Durante o discurso, Bolsonaro disse lamentar que o governador da Bahia, Rui Costa(PT), não estivesse no evento e que não tem preconceitos em relação a partidos, mas que não aceita quem quiser “impor a nós o socialismo ou o comunismo”.

Em outro momento do discurso, ele disse que ama o Nordeste e ressaltou a relação que tem com a região pelo relacionamento com o sogro, cearense.

“Eu amo o nordeste, afinal de contas, a minha filha, tem em suas veias, sangue de cabra da peste. Cabra da peste de Crateús, o nosso estado aqui, mais pra cima, o nosso Ceará”, disse.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.