Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de janeiro de 2020, 14h19

No Pânico, da Jovem Pan, Moro diz: “Agora não pode mais prender jornalista, né?”

Na entrevista, o ministro da Justiça ainda fez piada com o documentário Democracia em Vertigem, de Petra Costa, que concorre ao Oscar e conta a história do golpe parlamentar de 2016

Sergio Moro no programa Pânico, da Jovem Pan (Reprodução)

Em entrevista ao programa Pânico, na rádio Jovem Pan, na manhã desta segunda-feira (27), o ministro da Justiça, Sergio Moro, ironizou uma brincadeira de um dos entrevistadores, dizendo que “agora não pode mais prender jornalista”. A ironia de Moro acontece menos de uma semana após o indiciamento do jornalista Glenn Greenwald, editor do site The Intercept.

Moro fez o comentário depois que o jornalista André Marinho, um dos entrevistadores, imitou a voz do ministro em uma pergunta.

“Eu não falo assim não hein”, disse. “Espero que você não me dê voz de prisão, ministro”, Marinho respondeu. Foi quando Moro soltou, sorrindo: “Agora tem a Lei de Abuso de Autoridade, não pode mais prender jornalista né?”.

Em vertigem
Moro também lançou ironia ao abordar o documentário Democracia em Vertigem, de Petra Costa, indicado ao Oscar e que narra o processo que levou ao golpe parlamentar de Dilma Rousseff em 2016.

Questionado sobre o “relógio do juízo final”, que mede os ataques que podem por fim à vida no planeta, Moro citou o filme. “Onde fica o relógio eu não sei, mas vai sair um documentário sobre isso e pode concorrer ao Oscar”.

Indagado sobre o documentário, MOro disse que assitiu, ressaltando que “tem alguns fatos ali que não correspondem à realidade”. “A cineasta é bastante honesta no começo quando ela fala ‘eu sou petista e o Lula é meu herói’. E o filme segue nessa toada”, afirmou.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum