Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
18 de junho de 2019, 14h18

No Twitter, Bolsonaro diz que “infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua”

Na sexta-feira (14), durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto ao lado de Bolsonaro, Heleno socou a mesa e, irritado, pediu a prisão perpétua de Lula

Heleno se irrita ao falar de Lula ao lado de Bolsonaro (Reprodução/Twitter)

Menos de uma semana após o principal ministro, general Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), ter um surto e pedir a prisão perpétua de Lula, Jair Bolsonaro foi ao Twitter nesta terça-feira (17) para dizer que “infelizmente” nossa constituição não permite esse tipo de pena.

“O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua”, tuitou Bolsonaro, sobre o caso do menino que foi assassinado pela mãe e a companheira dela no Distrito Federal.


Na sexta-feira (14), durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto ao lado de Bolsonaro, Heleno se exaltou ao comentar as recentes declarações de Lula em entrevista a órgãos de imprensa. Irritado, ele ainda pediu a prisão perpétua do inimigo político.

Elevando a voz e deferindo socos contra a mesa, o militar se disser ter vergonha que Lula tenha sido presidente da República. “Ele não mereceu jamais ser presidente da República. Presidência da República é uma instituição quase sagrada. Eu tenho vergonha de um sujeito desses ter sido presidente da República”, afirmou o ministro aos gritos.

Veja o vídeo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum