Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de julho de 2019, 07h26

No Twitter, clã Bolsonaro se cala sobre prisão de supostos hackers de Araraquara

Usuários frequentes da rede social, Jair Bolsonaro e os filhos não deram destaque ao caso dos supostos hackers presos pela Polícia Federal

Bolsonaro e Sérgio Moro (Foto: Divulgação/MJSP)

Usuários frequentes do Twitter, os membros da família Bolsonaro evitaram comentar sobre a prisão do suposto hacker de Araraquara que teria invadido o celular do ministro da Justiça Sérgio Moro. Desde terça-feira (23), apenas o vereador Carlos Bolsonaro fez uma publicação relacionada ao evento, em que comenta tuíte do senador Humberto Costa (PT-PE).

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Com seu estilo próprio de publicação, o filho 02 do presidente ataca Humberto Costa e avalia que “ser petista é um estado mental alinhado com tudo que não presta” após o senador provocar a operação da Polícia Federal e o discurso adotado por Sérgio Moro até então: “Ué, gente? Mas as conversas não estavam adulteradas e, mesmo se fossem verdadeiras, não traziam nada de mais? Por que essa operação?”.

Logo em que foi anunciada a prisão do suposto hacker, o presidente Jair Bolsonaro fez um curto tuíte com apenas dois emojis: um sinal de aprovação e a bandeira do Brasil. Pela data, é possível relacionar as duas coisas, mas sem qualquer comentário adicional sobre o caso.

Acostumados a usar as redes para comentar notícias e fazer provocações, o caso dos supostos hackers presos parece não ter causado certa tensão aos Bolsonaro, que optaram por não dar destaque à ação da Polícia Federal.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum