domingo, 20 set 2020
Publicidade

Nos EUA, Mourão diz que imigrantes ilegais saem do Brasil porque “oportunidades não se apresentam”

Reportagem de Marina Dias, na Folha de S.Paulo neste sábado (6), informa que, em visita a Boston, o vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB) disse, em reunião com brasileiros que estão nos Estados Unidos legalmente, que as pessoas saem do país porque “oportunidades não se apresentam”, mas a competência de legalizá-las ou não é das autoridades americanas.

“Se está ilegal, a pessoa não está respeitando a lei, mas está aqui buscando obter alguma legalização e isso compete ao governo americano. O governo brasileiro não tem que se meter nisso”, afirmou o vice a jornalistas em Boston após participar de uma série de reuniões durante conferência sobre o Brasil em Harvard.

Pesquisa Datafolha: 59% dos brasileiros não sabe quem é o vice de Bolsonaro

Em março, também nos Estados Unidos, Bolsonaro afirmou à emissora de TV americana Fox News que “a maioria dos imigrantes não tem boas intenções”, mas em seguida recuou, afirmando que sua fala havia sido um erro. Dias antes, Eduardo afirmara que imigrantes brasileiros eram “uma vergonha nossa”.

Questionado sobre o teor das declarações do presidente sobre o tema, Mourão afirmou que não comentaria. “Não é ético comentar o que meu comandante declarou”.

Evitando discordar e polemizar com o presidente, Mourão se mostrou espantado com a informação de que Bolsonaro “via com bons olhos” a construção de um muro por Donald Trump na fronteira com o México.

“Ele falou isso mesmo?”, perguntou Mourão. Diante da confirmação dos jornalistas, afirmou: “Se o presidente apoia, eu também apoio”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.