Entrevista exclusiva com Lula
27 de novembro de 2019, 11h38

Nova secretária de Audiovisual indicada por Bolsonaro tentou acabar com a Ancine

Katiane de Fátima Gouvêa, que é membro da Cúpula Conservadora das Américas, substitui Ricardo Rihan, que ficou apenas quatro meses no cargo

Reunião com Katiane de Fátima Gouvêa e ministro Osmar Terra em junho (Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro indicou Katiane de Fátima Gouvêa como nova secretária de Audiovisual. Ela substitui Ricardo Rihan, que ficou apenas quatro meses no cargo. Decisão foi publicada nesta quarta-feira (27) no Diário Oficial.

Além de ser membro da Cúpula Conservadora das Américas, que teve sua primeira edição em 2018, organizada pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Gouvêa também está ligada ao documento que, meses atrás, fez o presidente cogitar extinguir a Ancine (Agência Nacional de Cinema).

Bolsonaro recebeu um relatório de projetos aprovados pela agência que considerou absurdos, como “Born to Fashion”, um reality que se propõe a revelar modelos trans.

A nova secretária se candidatou a deputada federal no ano passado, pelo PSD, com o nome de Katiane da Seda. No entanto, ela teve apenas 960 e não se elegeu. Gouvêa também não é conhecida por trabalhos no meio cultural.

A substituição de secretários se explica, em partes, pela antipatia de Roberto Alvim, que comanda a pasta desde o último dia 7, por Rihan. O agora ex-responsável pelo Audiovisual é próximo de Sérgio Sá Leitão, ministro da Cultura no governo Michel Temer, e Christian Castro, ex-presidente da Ancine.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum