Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de setembro de 2019, 15h46

Novo professor de Harvard, Jean Wyllys dá invertida em deputada do “escola sem partido”

Inveja? Parlamentar bolsonarista que defende o "escola sem partido" afirmou que "Harvard já foi melhor", em uma alusão ao fato de Jean Wyllys ter sido nomeado como professor daquela que é considerada uma das universidades mais importantes do mundo

Reprodução

O ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL), pelo Twitter, deu uma “invertida”, nesta terça-feira (10), na deputada estadual Letícia Aguiar (PSL-SP). Ela comentou uma postagem do PSOL sobre o fato de Wyllys ter se tornado professor da Universidade de Harvard (EUA), uma das mais importantes do mundo.

Leia também: Depois de Jean Wyllys em Harvard, Márcia Tiburi é a nova professora da Universidade Paris 8

“Harvard já foi melhor viu”, escreveu a parlamentar, que se auto-define como uma defensora do projeto “escola sem partido”, “a favor da família” e “conservadora de direita”.

O ex-deputado, então, respondeu citando o escritor britânico William Shakespeare: “Inveja é tomar veneno esperando que o outro morra”.

Internautas também ironizaram a deputada bolsonarista. “Tá se rasgando de inveja!”, escreveu um seguidor.

Professor em Harvard 

Jean Wyllys, além de ex-deputado, é jornalista, escritor e historiador. Nesta segunda-feira (9), veio à público que ele assumirá uma cadeira de professor na Universidade de Harvard (EUA), uma das mais importantes do mundo.

Auto-exilado na Europa após ameaças de morte, Jean vai lecionar no Afro-Latin Research Institute. O Instituto de Pesquisas Afro-Latino (nome em português) é a primeira instituição nos EUA a se dedicar à história e cultura de pessoas descendentes de africanos na América Latina e Caribe.

Saiba mais aqui.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum