Fórumcast, o podcast da Fórum
09 de abril de 2018, 11h30

Nobel da Paz, Adolfo Pérez Esquivel, lança abaixo-assinado para candidatura de Lula ao prêmio

“O Prêmio Nobel da Paz para Lula ajudará a fortalecer a esperança de poder continuar construindo uma nova aurora para dignificar a árvore da vida”, escreveu Esquivel

O pintor, escritor e ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz em 1980 por combater a ditadura em seu país, iniciou um abaixo-assinado para ser entregue ao comitê do Nobel indicando o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, para o prêmio.

O documento, de acordo com as regras do prêmio, deve ser entregue até setembro. O objetivo é chegar e 150 mil assinaturas. Até a manhã desta segunda-feira (9), o abaixo-assinado já contava com mais de 93.400 assinaturas.

Para assinar acesse aqui.

Esta es la carta que presentaré al Comité Nobel Noruego en septiembre de 2018 postulando a Luiz Inácio “Lula” Da Silva al Premio Nobel de la Paz. Te invito a adherir a la campaña #NobelparaLula, para convencer a las personas con posibilidad de postularlo conforme a las normas del Comité Nobel.

(Esta é a carta que apresento ao comitê norueguês do Nobel em setembro de 2018, nomeando Luiz Inácio “Lula” da Silva para o Prêmio Nobel da Paz. Eu convido você a participar da campanha #NobelparaLula, convencendo as pessoas para a possibilidade desta postulação, de acordo com as normas do Comitê Nobel.)

Mais adiante, Esquivel lembra os feitos dos dois governos de Lula no combate à fome e à miséria. “A porcentagem de pessoas que viviam com menos de US $ 3,10 por dia caiu de 11%, em 2003, para cerca de 4%, em 2012, segundo dados do Banco Mundial”.

O texto lembra também que “esses resultados dos programas do governo do PT no Brasil para superar a pobreza e a fome não foram uma política de Estado mantida por outros partidos do governo, mas uma política governamental específica que o Brasil está gradualmente abandonando. Isso é demonstrado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que anunciou que, em 2017, o Brasil tinha mais de 3 milhões de novos pobres por causa das políticas do atual governo”.

O texto finaliza: “Por estas razões, com o mesmo senso de esperança que Martin Luther King transmitiu quando disse ‘se o mundo acabar amanhã, ainda plantarei minha macieira’, somos muitos que acreditam que o Prêmio Nobel da Paz para Lula da Silva ajudará a fortalecer a esperança de poder continuar construindo uma nova aurora para dignificar a árvore da vida”.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum