No rastro do crime ambiental nas praias do Nordeste
03 de julho de 2019, 19h04

Olavo de Carvalho aconselha Moro a cassar registro político de partidos de esquerda

Guru do governo gravou um vídeo dizendo que Moro não deve satisfações aos deputados e o aconselhando a cassar o registro político dos partidos brasileiros que integram o Foro de São Paulo, além de investigar a organização

Foto: Reprodução/Vídeo

“Guru” e uma dos principais alicerces ideológicos do governo, o auto-intitulado filósofo Olavo de Caravalho divulgou um vídeo na noite desta quarta-feira (3) direcionado ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, que na terça-feira (2) foi alvo de uma sabatina na Câmara dos Deputados para explicar suas conversas com procuradores da Lava Jato que têm sido divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

Na gravação, Olavo aconselha o ministro a não dar satisfação aos parlamentares. “Eles que deveriam estar respondendo perguntas sobre os crimes que cometeram”, disparou.

O escritor, que também se diz astrólogo, então, faz duas sugestões: cassar o registro político dos partidos brasileiros que integram o Foro de São Paulo, bem como de seus membros e diretores, e investigar a organização.

“Os que pertencem ao Foro de São Paulo não têm nenhum direito de estar no parlamento. Esses partidos legalmente não existem porque ferem o preceito da nossa lei eleitoral segundo qual os partidos brasileiros não podem estar filiados a organizações estrangeiras”, afirmou.

De acordo com Olavo, os partidos, se confrontados, certamente argumentariam que o Foro de São Paulo é apenas um órgão consultivo. Para o guru, no entanto, eles estarão mentindo.

A segunda sugestão do astrólogo é que Moro investigue a entidade para saber de onde vem o dinheiro que sustenta seus encontros. “É uma operação gigantesca. É só fazer isso [investigar] que o pessoal cala a boca, fica quietinho e não enche mais o saco”, disparou.

Sobre o Foro de São Paulo 

Criado há 24 anos, o Foro de São Paulo é uma entidade internacional que agrega mais de 100 partidos de esquerda da América Latina e Caribe. O principal objetivo do Foro é promover a integração do campo progressista do continente e fazer frente às ondas neoliberais.

No Brasil, participam do grupo o PDT (Partido Democrático Trabalhista), PCdoB (Partido Comunista do Brasil), PCB (Partido Comunista Brasileiro), PPL (Partido Pátria Livre), PPS (Partido Popular Socialista), PSB (Partido Socialista Brasileiro) e o Partido dos Trabalhadores (PT).

A última edição do encontro anual da entidade aconteceu em julho do ano passado, em Havana (Cuba).

Saiba mais sobre o Foro de São Paulo aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum