Ombudsman da Folha crítica “assimetria” de entrevista de Thais Oyama com Boulos e Covas

Texto reconhece que última pergunta ao candidato do PSOL foi “mal formulada”, além de não ter deixado tempo de resposta. Também afirma que que a jornalista tratou o candidato do PSDB “com deferência”

Em coluna publicada neste domingo (29), a jornalista Flavia Lima, ombudsman da Folha de São Paulo, reconheceu que os 7 segundos dados para as considerações finais de Guilherme Boulos (PSOL) não foram o único problema da sabatina do UOL, com os candidatos à Prefeitura de São Paulo.

Segundo Lima, houve uma “assimetria” na postura da jornalista Thais Oyama, que favoreceu o candidato Bruno Covas (PSDB).

“Faltando 44 segundos para o fim da sabatina com Boulos, Oyama fez uma extensa (e mal formulada) pergunta, deixando-o com sete segundos para responder e apresentar as suas considerações finais, o que, obviamente, não foi possível. O candidato foi cortado, a jornalista agradeceu a participação e Boulos sorriu, sem graça”, descreveu a ombudsman.

A coluna afirmou ter recebido carta com mais de 130 assinaturas que reforçou essa acusação de assimetria no tratamento dos candidatos, a qual teria destacado, principalmente, a “suavidade” ao abordar as denúncias de corrupção e violência contra a mulher contra Ricardo Nunes (MDB), vice de Bruno Covas.

A ombudsman também alega que Oyama mostrou maior “deferência” ao entrevistar Bruno Covas, lembrando um momento em que ela chegou a dizer ao candidato à reeleição que “o senhor tem toda a razão sobre a necessidade de relativizar os números”. Em outro momento, a jornalista afirmou a Covas que “ninguém aqui está acusando o senhor de omissão, não”.

A respeito do tempo dado a Boulos, que é a principal crítica às sabatinas, a ombudsman afirma que Murilo Garavello, diretor de conteúdo do UOL, se comprometeu a mudar a fórmula a partir das próximas eleições, com um mecanismo para garantir o mesmo tempo de fala aos candidatos, sem desconto de tempo pelas intervenções dos jornalistas.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR