domingo, 27 set 2020
Publicidade

Onyx tenta pegadinha pró Bolsonaro no Twitter e publica fake news em frase atribuída a Barack Obama

Reportagem de Marcelo Parreira, da TV Globo, publicada na edição deste sábado (9) do Valor Econômico, constatou que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM/RS) usou uma fake news ao atribuir ao ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, frases de um conhecido poema norte-americano que associa ao papel desempenhado por militares as conquistas democráticas como as liberdades religiosa, de expressão, de imprensa, de ensino e de voto no país.

Pelo Twitter, Onyx disseminou a fake news nesta sexta-feira (08) para fazer uma pegadinha, com o intuito de relativizar e minimizar a péssima repercussão de declaração do presidente Jair Bolsonaro (PSL), que no dia anterior, havia afirmado que democracia e liberdade só existem “quando as Forças Armadas querem”.

O texto nunca dito por Obama e tuitado por Onyx, em princípio sem assinatura, é o seguinte: “É graças aos soldados, e não aos sacerdotes, que podemos ter a religião que desejamos. É graças aos soldados, e não aos jornalistas, que temos liberdade de imprensa. É graças aos soldados, e não aos poetas, que podemos falar em público. É graças aos soldados, e não aos professores, que existe liberdade de ensino. É graças aos soldados, e não aos soldados, e não aos advogados, que existe o direito a um julgamento justo. É graças aos soldados, e não aos políticos, que podemos votar”.

O ministro pontuou, em seguida, que, pelo fato de o ex-presidente dos Estados Unidos ter dito “o óbvio”, não houve polêmica – sugerindo reações exageradas e desmedidas à controversa afirmação de Bolsonaro e descontextualizando os processos da história brasileira, especialmente os relacionados à ditadura militar (1964-1985).

Depois, Onyx Lorenzoni se corrigiu e atribui as citações a “um pensador chamado Charles Province”, que é autor do poema no qual estão os versos originais, de 1970, publicados nas redes digitais do ministro da Casa Civil.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.